Como aderir ao grudis

A adesão ao grudis requer que os interessados:

  • Se identifiquem com a missão, visão e valores Grudis;
  • Manifestem o interesse em aderir à rede, mediante:
    1. Um pedido de adesão direto, completando o formulário AQUI; ou
    2. Um contacto por email com Aldónio Ferreira (coordenacao.grudis145px-At_sign.svggmail.com); ou
    3. Um pedido a um embaixador grudis para que este/esta informe a Equipa de Coordenação do seu interesse; ou
  • Se comprometam em utilizar o grudis apenas para os fins com que o mesmo foi criado – ver “Modo de comunicação do grudis

Assim, se estiver interessado(a) em aderir ao grupo, depois de ter lido a missão, visão e valores Grudis, manifeste o seu interesse por uma das três vias indicadas acima.

Esperamos por si no Grudis!

Sobre o grudis

O grudis, também conhecido por Rede Portuguesa de Investigação em Contabilidade, é uma comunidade de investigadores na área da Contabilidade.[1] Criado em 2001, o grudis tem como missãocontribuir para o desenvolvimento da comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, orientado por padrões internacionais de qualidade“. Neste sentido, o grudis promove a produção científica, a discussão de questões e de trabalhos na área da Contabilidade, e atua como um elo de ligação entre investigadores. A sua visão consiste em “congregar a comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, dinamizar um espaço de discussão e elevar a notoriedade e estatuto desta área de investigação em Portugal”.

Atualmente, o grudis conta com mais de 200 membros, pertencentes a universidades e institutos em números aproximamente iguais (inclui ainda uma fração mínima de membros em empresas e sem afiliação académica). Alguns membros desempenham o papel de Embaixadores grudis nas instituições de ensino em que estão afiliados.

Para conhecer a missão, visão e valores do grudis, clique aqui.

Para conhecer o governance do grudis, clique aqui.

 

[1] A designação grudis advém da ideia original de criar um grupo de discussão (grudis) de contabilidade.

Missão, visão e valores grudis

Missão grudis
Contribuir para o desenvolvimento da comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, orientado por padrões internacionais de qualidade.

Visão grudis
Congregar a comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, dinamizar um espaço de discussão e elevar a notoriedade e estatuto desta área de investigação em Portugal.

Valores grudis
• Promovemos a partilha de informação, conhecimento e experiências.
• Fomentamos a qualidade na investigação e nas nossas iniciativas.
• Valorizamos a colaboração entre pares.
• Demonstramos dinamismo.
• Privilegiamos a informalidade e a simplicidade.
• Agimos com integridade e ética.

Sobre os membros do grudis

O grudis é constituído por investigadores na área da Contabilidade que pertencem à comunidade portuguesa. Entre estes incluem-se investigadores de nacionalidade portuguesa e estrangeira. Os investigadores de nacionalidade estrangeira podem fazer parte do grudis enquanto mantiverem uma afiliação numa instituição de ensino superior portuguesa (por exemplo, como doutorando, professores visitante, etc.).

A adesão ao grudis requer que os interessados partilhem da visão do grupo e que estejam dispostos a contribuir para o cumprimento da sua missão; requer ainda o fornecimento de algumas informações tidas por necessárias pela Coordenação.

Modo de comunicação do grudis

A comunicação entre membros do grudis funciona por intermédio de uma lista de distribuição de emails. Quando o email de um membro é adicionado à lista do grudis, este passa a receber as mensagens que circulam no grupo. Passa, também, a poder enviar mensagens para grudis@yahoogroups.com, desde que utilize a conta de email que consta da lista do grudis. Este endereço pode ser utilizado para os seguintes efeitos:

  1. Promover a discussão e troca de ideias entre membros sobre temas relacionados com a Contabilidade, incluindo solicitar comentários a trabalhos de investigação de contabilidade em curso;
  2. Aceder a trabalhos de investigação dos membros ou que estes tenham ao seu dispor;
  3. Solicitar referências bibliográficas;
  4. Anunciar eventos na área da Contabilidade; e
  5. Outras atividades relacionadas com os objetivos do grupo.

Este endereço não pode ser utilizado para o envio de conteúdos não relacionados com os fins a que o grudis se propõe atingir, nomeadamente:

  1. Promoção de atividades ou divulgação de informação cujo fim último seja de natureza comercial;
  2. Distribuição de chain letters, anedotas, anúncios de vírus e conteúdos similares;
  3. Conversas de caráter pessoal.

Os embaixadores grudis

Atualmente, o grudis conta com embaixadores em 18 instituições portuguesas do ensino superior. Os embaixadores, como o nome sugere, são os representantes do grudis nestas instituições e contribuem para a expansão da comunidade grudis mediante a divulgação e promoção da Rede a potenciais interessados. A lista dos atuais embaixadores grudis é composta pelos seguintes colegas:

Nome do Embaixador

Instituição

Ana Fialho

Universidade de Évora

Carla Carvalho

Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Univ. de Aveiro

Célia Vicente

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa

Cristina Góis

Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra

Francisco Carreira

Instituto Politécnico de Setúbal

Helena Isidro

ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa

João Oliveira

Universidade do Porto

Jorge Alves

Instituto Politécnico de Bragança

Leonor Ferreira

Universidade Nova de Lisboa

Lúcia Lima Rodrigues

Universidade do Minho

Luís Francisco

Instituto Politécnico de Tomar

Maria Gorêti Dâmaso

Instituto Politécnico de Santarém

Patrícia Quesado

Instituto Politécnico do Cávado e do Ave

Paulino Silva

Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto

Paulo Alves

Universidade Católica Portuguesa

Maria do Céu Alves

Universidade da Beira Interior

Rúben Peixinho

Universidade do Algarve

Rute Abreu

Instituto Politécnico da Guarda

Sofia Lourenço

Instituto Superior de Economia e Gestão

Susana Jorge

Universidade de Coimbra

Teresa Eugénio

Instituto Politécnico de Leiria