Sobre o grudis

O grudis, também conhecido por Rede Portuguesa de Investigação em Contabilidade, é uma comunidade de investigadores na área da Contabilidade.[1] Criado em 2001, o grudis tem como missãocontribuir para o desenvolvimento da comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, orientado por padrões internacionais de qualidade“. Neste sentido, o grudis promove a produção científica, a discussão de questões e de trabalhos na área da Contabilidade, e atua como um elo de ligação entre investigadores. A sua visão consiste em “congregar a comunidade portuguesa de investigadores em Contabilidade, dinamizar um espaço de discussão e elevar a notoriedade e estatuto desta área de investigação em Portugal”.

Atualmente, o grudis conta com mais de 200 membros, pertencentes a universidades e institutos em números aproximamente iguais (inclui ainda uma fração mínima de membros em empresas e sem afiliação académica). Alguns membros desempenham o papel de Embaixadores grudis nas instituições de ensino em que estão afiliados.

Para conhecer a missão, visão e valores do grudis, clique aqui.

Para conhecer o governance do grudis, clique aqui.

 

[1] A designação grudis advém da ideia original de criar um grupo de discussão (grudis) de contabilidade.

XI Workshop Grudis – A utilização de questionários na investigação em contabilidade – ESCE IP Setúbal, 5 Julho – Um balanço

Decorrido o XI workshop grudis, com o tema “A utilização de questionários na investigação em contabilidade”, vimos dar-vos o respetivo feedback.

O sentimento geral de quem participou no workshop, num total de cerca de 35 pessoas, entre grudistas e não grudistas, é de que este foi francamente enriquecedor.

Além da temática deste workshop ser, por si só, muito interessante, a verdade é que os colegas Filomena Brás, António Samagaio e Alexandre Silva cativaram permanentemente o interesse da audiência com apresentações de elevadíssima qualidade e que se complementaram muito bem. O período de debate, que se seguiu ao final de todas as apresentações, foi bastante participativo, com uma excelente moderação da Ana Isabel Lopes e diversas intervenções da plateia. O difícil foi mesmo parar dado o entusiasmo e interesse no debate!

Relativamente à organização mais local, e de logística, é importante referir a dedicação e o excelente trabalho do Francisco Carreira e do Pedro Pardal, fazendo-nos sentir verdadeiramente “em casa”. Merece, ainda, especial realce o bom acolhimento que a Escola Superior de Ciências Empresariais (ESCE) do Instituto Politécnico de Setúbal fez ao nosso workshop, com a abertura dos trabalhos a ser realizada pelo seu subdiretor Pedro Pardal. A ESCE ofereceu um coffee-break aos participantes, o qual permitiu bons momentos de confraternização e de networking.

Partilhamos abaixo algumas fotos selecionadas do evento.

Em suma, ficamos com o sentimento de que o objetivo do workshop foi cumprido e de que foi uma tarde muito produtiva e agradável. 

Pelo interesse demonstrado, este tema da utilização de questionários em investigação em contabilidade terá uma parte II num próximo workshop, agora mais dedicado à análise de dados de questionários. Mais informações sobre o XII workshop grudis brevemente!

O nosso muito obrigado a todos os intervenientes (oradores e moderadora) e participantes neste XI workshop grudis

Carla Carvalho

Sofia Lourenço

XI Workshop Grudis – A utilização de questionários na investigação em contabilidade – ESCE IP Setúbal, 5 Julho, 14:00

A Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal irá acolher o XI workshop grudis, com o tema “A utilização de questionários na investigação em contabilidade”. O workshop irá decorrer a 5 de Julho, entre as 14 e as 18h.

Neste workshop serão abordados os benefícios e os riscos da utilização de questionários na investigação em Contabilidade, bem como alguns aspetos metodológicos de construção, disponibilização aos participantes e análise de dados de questionários.

É com muito gosto que anunciamos o Programa, com os seguintes oradores:

  • Filomena Brás – Escola de Economia e Gestão, Universidade do Minho
  • António Samagaio – ISEG, Universidade de Lisboa
  • Alexandre Gomes da Silva – Coimbra Business School, ISCAC

workshop será moderado por Ana Isabel Lopes – ISCTE, Instituto Universitário de Lisboa.

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição obrigatórialink para a inscrição é o seguintehttps://inqueritos.ips.pt/index.php?r=survey/index&sid=981915&lang=pt

Podem participar membros e não membros do grudis, sendo emitido um certificado de participação.

Até breve, na ESCE-IPSetúbal!

A Comissão Organizadora:

Francisco Carreira  (ESCE-Instituto Politécnico de Setúbal)

Carla Carvalho (ISCA-UA)

Sofia Lourenço (ISEG-ULisboa)


Informação adicional e contactos

A Comissão Organizadora pode ser contactada através do email: carla.carvalho@ua.pt

Mais informação sobre as atividades grudis pode ser encontrada em: www.grudis.pt

Alargamento do Programa GPR – Grudis Peer Review – a projetos de doutoramento

Fruto de solicitações por parte da comunidade grudis, o âmbito do GPR foi alargado, e o GPR está agora também aberto a projetos / trabalhos em curso de doutoramento!

Alarga-se assim o âmbito do programa, disponibilizando o mesmo serviço aos doutorandos para os seus projetos. Deste modo, para além do feedback pela via do Doctoral Colloquium anual, os doutorandos contam agora com um mecanismo disponível ao longo de todo o ano, para ser usado “naquele momento” em que o feedback pode ser mais decisivo, o qual pode não coincidir com nenhum evento académico para o efeito.

A discussão de projetos / trabalhos em curso de doutoramento tem algumas particularidades. Ao contrário de discussões em Doctoral Colloquia, em que pode existir interação entre discussant e doutorando para esclarecer dúvidas, num formato como o do GPR o potencial contributo do discussant depende integralmente do documento apresentado. O documento deve ser assim muito claro ao descrever os objetivos do projeto, os passos já dados, os resultados já obtidos (ou não) e, sobretudo, o que está ainda em aberto e passível de beneficiar do contributo dos discussants. Os projetos / trabalhos de doutoramento que já tenham sido apresentados no Doctoral Colloquium apenas serão aceites no âmbito do GPR se entretanto tiverem sido objeto de alterações / evolução significativas.

Se é doutorando e considera que poderia beneficiar do GPR, ou se é orientador e considera que um orientando seu (membro do Grudis) poderia beneficiar da exposição a mais perspetivas e contributos, ou se tem alguma dúvida sobre este processo, não deixe de nos contactar, através de joao.oliveirafep.up.pt.

XVIII Conferência / Doctoral Colloquium – Um balanço

Decorreu nos passados dias 1 e 2 de fevereiro a XVIII Conferência Grudis e Doctoral Colloquium na Escola Superior de Gestão e Tecnologia do Instituto Politécnico de Santarém.

Como o Aldónio Ferreira não esteve presente, cabe-me a mim, como Presidente da Comissão Científica, fazer um balanço. E é um balanço fácil de fazer: o evento foi um sucesso!

“Feedback”, “motivating”, “rewarding”, “sharing”, “family”, “friends” são algumas das palavras que resumiram o evento na opinião dos participantes, segundo o brainstorming que fizemos na sessão de encerramento.

Foram dois dias muito intensos, mas muito recompensadores.

Tivemos o privilégio de contar com o Teemu Malmi como keynote speaker do doctoral colloquium e da conferência. Nas duas ocasiões o Teemu deu excelentes palestras. Na primeira, além de falar sobre a EAA e de todos os recursos que são disponibilizados para apoiar os alunos de doutoramento, abordou também a importância de ter boas questões de investigação como ponto de partida para uma boa publicação. Na segunda, o Teemu partilhou a sua visão sobre a contribuição teórica que cada artigo deve fazer, e como construir essa mesma contribuição a partir de projetos de investigação eminentemente práticos.

Além das duas palestras, o evento contou com a apresentação e discussão de 12 projetos de doutoramento e de 10 artigos nas mais variadas áreas da contabilidade. Além do feedback dos discussants, os autores ainda receberam comentários dos restantes participantes das sessões, o que permitiu uns dez minutos de Q&A muito animados.

Quero, por isso, agradecer aos autores que submeteram os artigos/projetos, aos revisores que deram feedback inicialmente, aos discussants que efetuaram os seus comentários para melhoria dos trabalhos na conferência, aos chairs das sessões que asseguraram o adequado funcionamento das mesmas e, também, aos participantes que tão bem dinamizaram as sessões.

O sucesso da nossa conferência, como em outros eventos deste género, em muito depende dos organizadores. Um muito obrigada à Comissão de Organização – ao Rui Robalo, à Filipa Nogueira e ao João Teodósio – pelo caloroso acolhimento e uma logística irrepreensível. Este agradecimento é naturalmente extensível à Escola Superior de Gestão e Tecnologia do Instituto Politécnico de Santarém por ter recebido este evento do Grudis.

Finalmente, um agradecimento à EAA pelo patrocínio associado à deslocação do Teemu Malmi e à OCC pelo patrocínio de um prémio para o melhor artigo da conferência que seja submetido à revista da OCC.

 

Para o ano a conferência grudis e doctoral colloquium será no Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), em data ainda a designar.

Muito obrigada à Patrícia Quesado por organizar a conferência e ao IPCA por nos receber.

Desde já encorajo todos os grudistas, em devido tempo, a submeterem os seus trabalhos. O retorno é claramente positivo!

 

Muito obrigada a todos e até breve!

Sofia Lourenço.

X Workshop Grudis – Investigação em Contabilidade: teorias dominantes e teorias emergentes – ESTG-IP Leiria, 19 Out, 14:00

A Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria irá acolher o workshop grudis, com o tema “Investigação em Contabilidade: teorias dominantes e teorias emergentes”. O workshop irá decorrer a 19 de outubro, entre as 14 e as 18h.

Neste workshop serão abordadas teorias utilizadas nas diversas áreas da contabilidade, procurando-se não só cobrir teorias aplicadas em investigação produzida por paradigmas dominantes mas, também, novas teorias que estão a surgir ou a ser utilizadas mais recentemente em contabilidade.

É com muito gosto que anunciamos o programa do workshop, também disponível em https://www.ipleiria.pt/estg/, com os seguintes oradores:

Lúcia Lima Rodrigues (EEG | Universidade do Minho)
Maria João Major (Nova SBE | Universidade Nova de Lisboa)
Sofia Lourenço (ISEG | Universidade de Lisboa)
O workshop será moderado pelo colega Rui Robalo, da Escola Superior de Gestão e Tecnologia do Instituto Politécnico de Santarém.

A participação é gratuita, mas sujeita a inscrição obrigatóriaaté 16 de outubro, em  https://goo.gl/forms/bcgKoiGbNhxpXnfI3

Assim agradecemos que se inscrevam com a brevidade possível.

Podem participar membros e não membros do grudis, sendo emitido um certificado de participação.

 

Até breve, na ESTG-IPLeiria!

A Comissão Organizadora:

Teresa Eugénio (ESTG – IPL)

Carla Carvalho (ISCA-UA)

Sofia Lourenço (ISEG – UL)

 

Informação adicional e contactos
A Comissão Organizadora pode ser contactada para o email: teresa.eugenio@ipleiria.pt

Mais informação sobre as atividades Grudis pode ser encontrada em www.grudis.pt

XVIII Conferência e Doctoral Colloquium grudis – ESTG-IPSantarém – 1 e 2 fev. 2019

Pode consultar o CFP detalhado para a XVIII Conferência e Doctoral Colloquium grudis aqui e na página da Conferência, em https://www.grudis.pt/xviii-conferencia/. Esperamos por vós!

ATUALIZAÇÃO: formulário de inscrição disponível aqui.

ATUALIZAÇÃO: Programa disponível aqui.

 

English version of CFP available here.

UPDATE: Registration for the Conference available here.

UPDATE: Programme available here.

 

Lista das conferências passadas grudis

18 Anos de Conferências grudis

Ano Instituição Organizador Programa
2002 Un. Católica Portuguesa (Porto) Aldónio Ferreira Programa 1º Seminário grudis – 2002 – UCP
2003 Un. Porto – FEP.UP José António Moreira / João Oliveira Programa 2º Seminário grudis – 2003 – FEP.UP
2004 Un. Nova Lisboa – FEUNL Rui Vieira Programa 3º Seminário Grudis – 2004 – UNL
2005 Un. Minho – EEG Filomena Brás Programa 4º Seminário grudis – 2005- Un. Minho
2006 Un. Aveiro – ISCAA Carla Carvalho Programa 5º Seminário grudis – 2006 – ISCA Aveiro
2007 ISCAC Cristina Góis Programa 6º Seminário grudis – 2007 – ISCAC COIMBRA
2008 ISCTE – ISCTE Business School Maria João Major Programa 7º Seminário grudis – 2008 – ISCTE
2009 IPLeiria – ESTGL Teresa Eugénio Programa 8º Seminário grudis – 2009 – IP Leiria
2010 UBI Rui Robalo Programa 9º Seminário grudis – 2010 – UBI
2011 Un. Porto – FEP.UP João Oliveira / João Ribeiro Programa 10º Seminário grudis – 2011 – FEP.UP
2012 Un. Évora – ECS, Cefage e IIFA Jorge Casas Novas Programa 11º Seminário grudis – 2012 – Un. Évora
2013 Un. Coimbra – FEUC Ana Maria Rodrigues Programa 12º Seminário grudis – 2013 – Un. Coimbra
2014 IPSetúbal – ESCE Francisco Carreira Programa 13º Seminário grudis – 2014 – IP Setúbal
2015 Un. Minho – EEG Lúcia Rodrigues Programa 14ª Conferência grudis – 2015 – Un. Minho
2016 ISEG – ULisboa Sofia Lourenço Programa 15ª Conferência grudis – 2016 – ISEG – ULisboa
2017 Un. Algarve – Fac. Economia (FEUALG) Rúben Peixinho Programa 16ª Conferência grudis – 2017 – Un. Algarve
2017 Un. Algarve – Fac. Economia (FEUALG) Rúben Peixinho Programa 16ª Conferência grudis – 2017 – Un. Algarve
2018 Un. Católica Portuguesa (Porto) Paulo Alves Programa 17ª Conferência grudis – 2018 – UCP-Porto
2019 IP Santarém – ESGT Rui Robalo Programa 18ª Conferência grudis – 2019 – IP Santarém